O Ouro Rosê traz todo o seu toque romântico e delicado para as joias.

Com uma tonalidade rosada, delicada e sutil, o Ouro Rosê conquistou os russos no século XIX, que logo confeccionaram joias que caíram no gosto das mulheres da época. Sua popularidade era tão grande que, entre joalheiros e consumidores, passou a ser chamado de “Ouro Russo”.

Porém, esse termo caiu em desuso e deu lugar ao famoso “Rosê” ou “Rosa” que permanece até hoje. Mas, como o ouro, tradicionalmente amarelo, chega a essa cor peculiar?

ouro-rose-joiasgold

Assim como os outros tons de ouro branco e ouro negro, o Ouro Rosê passa por um processo similar. Confira as particularidades desse metal logo abaixo.

O que é ouro Rosê?

Antes de tudo, você deve estar se perguntando: mas o Ouro Rosê tem o mesmo valor que o tradicional Ouro Amarelo de 18k? Sim, isto porque ele possui a mesma quantidade do ouro puro (24k).

Sendo assim, para chegar a esse tom deslumbrante é necessária a mistura do ouro com o cobre e a prata. A porcentagem de cada metal, geralmente, é: 75% de ouro puro (24k), 16% de cobre e até 9% de prata. Mas, como conseguir esse tom rosê?

ligas-metalicas-joiasgold

O responsável pela coloração rosada é o cobre. Aplicações de dosagens variadas ajudam a intensificar a cor e levá-la do tênue rosa claro até o rosa avermelhado. Entretanto, como dissemos, nada disso extingue o seu valor de mercado, muito pelo contrário, por ser uma joia confeccionada em metal nobre, o seu valor e luxuosidade são mantidos.

Joias com ouro rosê

Diferente de hoje em dia, que é comum o uso de um anel de compromisso na cor prata, no século de XIX, era o Ouro Rosê muito mais usado nos anéis que tinham o poder de confirmar que um casal estava junto. Depois de um tempo, ele foi perdendo espaço para outras joias, mas, jamais foi esquecido.

aliancas-ouro-bicolor-joiasgold

Na década de 40, ele voltou com tudo para as joalherias que não perderam tempo em desenvolver peças robustas com esse metal nobre, com um tom clássico vintage e de beleza radiante. Foram brincos, pulseiras em malhas finas e grossas, anéis com pedras preciosas ou não e, até mesmo relógios, que passaram a ser vistos pelas ruas, complementando looks de mulheres que não ousam desperdiçar a versatilidade e o toque de romantismo que o Ouro Rosê traz para o seu dia a dia.

joias-ouro-rose-luxo-joiasgold

Com uma coloração diferenciada e altamente graciosa, ele dominou classes e adquiriu novos fãs. Virou item indispensável para muitos e até se transformou em peça coringa dos porta-joias rebuscados das mulheres.

Além disso, o mix de cores e luxo entre o Ouro Rosê, Amarelo e Branco em uma única joia é um diferencial e tanto que cria um contraste belíssimo e de muita personalidade até para as joias mais delicadas.

tons-ouro-joiasgold

Cuidados com as joias em ouro rosê

Você já escolheu a joia que irá acompanhá-la e compor um visual magnífico, mas também é preciso cuidar muito bem para que ela não perca o seu brilho. No caso específico do Ouro Rosê, a proporção de cobre é maior, o que acelera o processo de oxidação na peça. Outro fator que pode facilitar também é o tipo de pele de cada pessoa.

Para manter a beleza da peça por mais tempo, limpe a joia com a ajuda de uma flanela e com movimentos suaves para prolongar a luminosidade da peça.

Além disso, como qualquer outra joia, é importante guardá-la em um porta-joias aveludado pois ajuda a manter o seu estado original e evita riscos e ranhuras.

Também evite usar a joia no banho ou quando for usar qualquer produto químico. Isso garante a beleza do modelo por muito mais tempo.